sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Blogagem Colectiva: "Uma experiência marcante em minha vida"

O blogue Vidas Linha da Milla Galvão lançou um desafio à blogosfera para escreveremos sobre "uma experiência marcante em minha vida". Apesar de apelar a algo mais pessoal, não podia deixar de participar, postando aqui na Aldeia da minha Vida, um blogue de todos e para todos , em que cada um dá um pouco de si falando das suas experiências vividas em volta das suas terras. Pois acho que é a minha vez de também contribuir dando um ponco de mim. Aqui vai:

Uma despedida marcante

Uma das experiências mais marcantes para mim foi o dia em que tive de ir embora da terra onde tinha vivido toda a minha vida, desde que nasci, depois de uma dura conversa...

Tinha acabado de fazer dezassete aninhos. Sentia-me uma mulherzita bem corajosa, a estudar longe de casa (a 5 horas de caminho). Estava feliz por saber que no ano que se seguia iria para a faculdade e seria (finalmente) maior. Foi uma feliz coincidência poder regressar nas férias dos finados e festejar com a minha familia e amigos mais chegados. Fomos todos jantar no restaurante da Miquelina para comemorar.

Era a rainha da festa. Contava à família a minha experiência da nova vida que levava, há cerca de um mês, desde que tinha começado as aulas, na nova escola. Foi com espanto que, uma voz áspera cortou a minha palavra e tomou conta da festa. O ambiente silencioso conspirou com aquelas palavras severas, secas de carinho e de compreensão e cheias de desconfiança. Sem dó nem piedade, a festa deixou de ser festa. Os olhares incidiam-se sobre mim e julgavam-me em silêncio. Um julgamento absurdo em volta de suposições completamente abstraídas da realidade.

Senti um grande nó na garganta e não consegui proferir nada em minha defesa.
Naqueles minutos de tortura pensava em sair porta fora e chorar, onde ninguém me visse. Mas não o fiz. Cheguei a convencer-me que era apenas um pesadelo, que simplesmente iria desaparecer, assim que abrisse os olhos. Fechei os olhos e voltei a abrir e nada aconteceu. Excepto uma coisa: senti um sussurro no ouvido que segredou-me: "Sossega linda menina! Aquele que te viu crescer, pouco ou nada sabe de ti" .

Depois daquela noite, não lhe dirigi mais a palavra, até apanhar o comboio. Triste e destroçada segui viagem para o meu novo mundo, a cinco horas de distância do mundo dele.


Esta foi a minha primeira grande desilusão que me marcou profundamente.Tive a necessidade de sair da minha terra, não apenas para estudar, mas também para esquecer o que vivi. O tempo foi um bom remédio e depressa voltei a ter aquela ânsia de voltar à minha casa e à minha terra, sempre que se aproximavam as férias. Com orgulho digo que sou da Meda, a aldeia da minha vida, onde faço questão de ir sempre que posso.

******
Bem chega de "cenas" tristes!
Quero convidar a todos que chegam aqui pela primeira vez, a propósito desta blogagem, para conhecerem outras blogagens encaixadas nesta. Ou seja, na Aldeia da Minha Vida estão a decorrer três coisas importantes:
  1. Blogagem colectiva "festas e tradições": até dia 8 de Setembro podem ler, comentar e votar os textos presentes aqui. Há prémios para os melhores comentários .Para ler os textos clique aqui.
  2. Passatempo de Idanha a Nova que pode participar até amanhã, dia 5 de Set. clicando aqui.
  3. Estão abertas as inscrições para a nova blogagem colectiva sobre vinhos e vindimas até ao dia 8 de Setembro. Esta irá decorrer de 10 a 30 de Setembro. Para saber mais clique aqui.
E um boa blogagem para todos!

16 comentários:

  1. Susana
    Deve ter sido uma experiência triste, num momento marcante da vida de todos nós, quando começamos a abrir as asas e a voar sozinhos. Ainda bem que a Susana conseguiu "dar a volta" e sentir-se bem na sua terra, outra vez. Um beijinho especial, por isso.
    Quanto à blogagem deste mês, não participo porque não percebo nada de vinhos. Mas passo por aqui a beber um copo!
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Olá Teresa!
    A vida tens dessas coisas...não é só um mar de rosas.
    Pois então, cá estarei para brindar contigo, com um bom vinho do Porto, feito pelo meu pai.

    Bjs Susana

    ResponderEliminar
  3. Olá Susanita!

    Pois lembro-me perfeitamente deste episódio quando me contaste na altura...já lá vai, não é? A vida continua, simplesmente.
    Beijinhos,

    ResponderEliminar
  4. São momentos como esse que marcam definitivamente nossas vidas! Outros mais alegres, não deixam tantas lembranças! Essa é a vida!
    Obrigado pela visita e comentário no Varal!

    Bjs e sucesso nas novas coletivas!

    ResponderEliminar
  5. Olá Susana, lindo texto gostei muito.
    Pois é amiga ainda não sabes nada sobre mim.
    eheheh.
    Ser descendente Beirã faz destas coisas.
    Obrigado por me visitares.
    Estou com pouco tempo para participar nos concursos, mas se puder eu depois mando email.
    Beijo
    Manuela

    ResponderEliminar
  6. Obrigada Eduardo e manuel pela vossa presença aqui!

    Ficarei a aguardar pela vossa participação.
    Bjs Susana

    ResponderEliminar
  7. Perdão é Manuela, e não Manuel...

    ResponderEliminar
  8. Teria dificuldade em escolher apenas um de tantos momentos que me marcaram e condicionaram a minha infância e adolescência.

    Emocionei-me ao esse pedaço de ti.

    Um beijo da pascoalita/Mizé

    ResponderEliminar
  9. Pasoalita:
    Desafio-te a escrever , um dia desses sobre isso.Gostei de saber que ficaste emocionada. Obrigada!
    Bjs Susana

    ResponderEliminar
  10. São coisas, que nunca mais esquecemos amiga.
    Infelizmente existem muito disso ainda.
    Houve uma vez, também qua na faculdade, passei por alguns constrangimento.
    E isso é muito ruim.
    Principalmente, quando somos de fora.
    Mas tudo passa. E o importante é que conseguimos superar, apesar sa marcas.
    Estou nessa também.
    com carinho
    Sandra
    http://sandrarandrade7.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  11. Susana,
    Belo texto!!!
    Adorei a sua participação...
    Obrigado por compartilhar esse momento comigo...
    bjs

    ResponderEliminar
  12. Realmente a vida nos tras surpresas...mas reparou que tudo passa?e as coisas se encaixam com o tempo.
    Beijos

    ResponderEliminar
  13. BOM DIA!
    VENHA E PARTICIPE!
    ESTE MOMENTO É MUITO ESPECIAL PARA MIM.
    FOI COM MUITA DEDICAÇÃO QUE CHEGUEI ATÉ AQUI.
    COM ESTE LINDO BLOG.
    PORTANTO CONVIDO A VC. PARA A BLOGAGEM COLETIVA.
    VENHA PARTICIPAR.
    COM MUITO CARINHO
    SANDRA

    ResponderEliminar
  14. Olá outra vez Susana
    Então, uma história sobre vinhos? Só se for da mitologia clássica, que tem muitas. Ou então, sobre a ginginha, de que eu gosto muito, mas nem sei se é considerada um vinho!
    Bjs
    Teresa

    ResponderEliminar
  15. Olá Teresa: O que quieseres, desde que tenha algo ligado ao tema.

    Bjs Susana

    ResponderEliminar
  16. Milla, Sandra e Olavo:

    Obrigada pela vossa presença aqui. Bjs

    ResponderEliminar