quarta-feira, 10 de junho de 2009

Vimeiro,

Passei lá momentos muito agradáveis e relaxantes. Durante o dia tinha o movimento próprio de uma Terra do litoral, à noite era um sossego fantástico que até o cantar de um grilo era motivo para despertar a atenção e desfrutar desse pequeno prazer tão próprio de uma pacata Aldeia.

A Aldeia do Vimeiro e freguesia com o mesmo nome, pertence ao concelho da Lourinhã do distrito de Lisboa, em plena região oeste de grande beleza natural. A sua toponímica advém do facto dos arbustos serem muito abundantes na linda margem do rio Alcabrichel. Esta é uma região de grande beleza natural, ainda rural, mas com um grande desenvolvimento turístico devido às suas ricas águas minerais, termas, mar, golfe, equitação e piscinas.





Quem visita o Vimeiro pode repousar nos magníficos recantos bucólicos da sua imensa área florestal ou no dourado macio dos seus areais, desfrutar das comodidades oferecidas pelos excelentes equipamentos hoteleiros, ou dedicar-se a actividades mais radicais.

Devido à privilegiada localização geográfica do Vimeiro, onde acresce as características por mim já referidas tem centro hípico, campo de golfe, um kartódromo, um aeródromo, escolas de surf e vela, centros de mergulho, ecomuseus, aeroclubes e embarcações marítimo-turísticas completam um leque de opções difíceis de igualar.

A gastronomia da Região Oeste é igualmente rica e muito variada. A riqueza da sua zona costeira, aliada à maior concentração de viveiros de marisco do Pais em Porto de Barcas, permite a perfeita confecção dos mais variados pratos de peixe e de outros frutos do Mar, destacando-se o pargo, o robalo, a caldeirada de peixes variados, o arroz de marisco e de tamboril, e a lagosta suada.

Esta Aldeia dispõe de boas acessibilidades às principais cidades de Portugal, como é o caso de Lisboa cuja distância é cerca de 60 quilómetros. É limitada a norte pelos concelhos de Lourinhã, Peniche e Óbidos, a sul pelo concelho de Torres Vedras, a este pelos concelhos do Bombarral e do Cadaval e a oeste pelo Oceano Atlântico. Tem aproximadamente 375 anos, embora os mais antigos documentos históricos alusivos ao Vimeiro se reportem a uma carta de foral, datada do séc. XII.

Consta que no Vimeiro viveu a Rainha Santa Isabel que descobriu o valor das águas das Termas da Maceira, ao lhe terem curado um mal de pele que tardava a sarar. As Termas da Maceira estão situadas frente ao mar, numa zona verdejante de grande beleza, indicadas para tratamento de problemas das vias respiratórias, do aparelho digestivo e do aparelho circulatório, doenças de pele e patologias dermatológicas.



O Vimeiro ficou na história devido à Batalha que lá se travou, entre as tropas portuguesas aliadas às inglesas, contra as numerosas tropas napoleónicas, comandadas por Junot. A Batalha do Vimeiro travou-se a 21 de Agosto de 1808 entre as tropas da aliança luso-britãnica de Arthur Wellesley e Bernardino Freire e as tropas Francesas.

Após a derrota Francesa na Batalha da Roliça dois dias antes, as tropas luso-britânicas seguiram rumo a Lisboa, sendo confrontadas pelas tropas de Junot, junto ao Vimeiro, saindo de novo vitoriosas. Esta Batalha abriu caminho para às negociações que culminaram na Convenção de Sintra, que permitiu às tropas Francesas a retirada da Península Ibérica com toda a sua bagagem e pilhagem em navios Ingleses.


É desta Aldeia que guardo boas recordações pela sua beleza natural, onde se passa umas óptimas férias devido ao facto de reunir características já por mim referidas.Por isso, considero o Vimeiro A ALDEIA DA MINHA VIDA, embora resida no Norte do País, mais propriamente em Braga, a uma distância de aproximadamente 420 km.

Escrito por Carlos Alberto Leite Borges de Araújo
Vimeiro/ Lourinhã/ Lisboa
Para comentar, vá ao blogue de origem: Para votar este post, deixe aqui o seu voto na caixa de comentários


29 comentários:

  1. Vimeiro, lindo e só se ouve falar bem desta terra pela sua paisagem verdinha e belo mar :)
    Parabéns pelo texto.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Eu voto no texto chamado Aldeia de minha vida

    Parabéns

    Autoria de Carlos Alberto Borges

    Maria Carmina-nuncaetarde.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
  3. Tiveste uma óptima ideia de escolher o Vimeiro como: A ALDEIA DA MINHA VIDA, pois além de estar um texto muito bem escrito e bem ilustrado, é de facto uma aldeia muito bonita.
    Eu recordo-me das férias que lá passei em vários anos, donde tenho óptimas recordações e, por isso, partilho daquilo que escreveste.

    Voto neste texto.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Eu voto no texto camado aldeia da minha vida da autoria de Carlos Alberto Borges.

    Natalia

    ResponderEliminar
  5. Volto atrás, para te pedir desculpa amigo Carlos, eu sei que conta apenas um voto, e nem me quiz alongar mais na apreciação que fiz do teu belo trabalho, mas logo havia de deixar uma palavra mal escrita «Eu voto no texto chamado»
    peço desculpa.
    Abraço

    Natalia

    ResponderEliminar
  6. Gostei deste texto sobre o Vimeiro: A ALDEIA DA MINHA VIDA. Está interessante a forma como nos informas sobre esta bonita aldeia de Portugal.

    Eu voto neste texto sobre o Vimeiro.

    Beijinhos

    rosaborgesaraujo@hotmail.com

    ResponderEliminar
  7. Eu voto no texto Aldeia da Minha Vida - Aldeia do Vimeiro da autoria de Carlos Alberto Borges.

    Beijinhos

    Catarina
    http://brevesmemorias.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
  8. Eu voto no texto chamado Aldeia da Minha Vida - Vimeiro da autoria de Carlos Alberto Borges.

    Beijinhos

    Rosa Maria
    rosaborgesaraujo@hotmail.com

    ResponderEliminar
  9. Olá a todos!
    A vossa participação está muito interessante!

    Quero relembrar, que:

    Só vou contabilizar os votos deixados nos respectivos espaços de comentário de cada post, se apresentar a seguinte frase:

    Eu voto no texto chamado (...) da autoria de (...). assinado (Identificação do votante: Nome e Blogue(com respectivo link) ou e-mail).

    Obrigada pela compreensão.

    Continuação de bo blogagem!

    Susana

    ResponderEliminar
  10. Eu voto no texto chamado Vimeiro da autoria de Carlos Borges.

    Joana Ferreira
    joanavazferreira@sapo.pt

    ResponderEliminar
  11. Eu vou visitar Vimeiro... Depois desta descrisão fiquei curiosa de visitar tal Terra.

    Vamos a Vimeiro!! LOL...

    Beijinhos Carlos, os meus Parabéns.

    Catarina Portela a viver no endereço http://vidacomoteatro.blogs.sapo.pt/


    (tem que ser comentario anonio visto que nao aceita outro!!!)

    ResponderEliminar
  12. Eu voto no texto chamado Vimeiro da autoria de Um breve olhar
    Infiel
    http://infiel.blogs.sapo.pt/

    ontem, quando passei por la,lembrei-me de ti, Carlos
    obrigado

    ResponderEliminar
  13. Caro Carlos:

    Graças a si, ficámos a conhecer mais um pedaço de Portugal, tão perto da grande cidade, que é a sua terra de eleição .

    Parabéns pela sua postagem!

    Obrigada por acreditar e participar nesta blogagem.

    Um abraço, Susana Falhas

    ResponderEliminar
  14. Conhecia apenas de passagem, mas depois de ler este belíssimo texto só podia sentir vontade de conhecer a fundo o Vimeiro.

    Sinto-me privilegiada pela oportunidade de poder acompanhar esta iniciativa, que acho fantástica.

    ResponderEliminar
  15. Eu voto no texto chamado Vimeiro da autoria do meu amigo Carlos Alberto.

    blogando-me1@sapo.pt

    ResponderEliminar
  16. Eu voto no texto chamado Vimeiro da autoria do Carlos Alberto.
    Cordoceu@sapo.pt

    ResponderEliminar
  17. Eu voto no texto chamado 'Vimeiro-Aldeia da minha vida' da autoria e Carlos Alberto Borges.
    Filipe Costa
    http://gracadigital.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  18. Eu voto no texto chamado Vimeiro da autoria de Carlos Borges.

    Miguxa 0meucorreio@sapo.pt

    ResponderEliminar
  19. Eu voto no texto chamado Aldeia de minha vida
    da Autoria de Carlos Alberto Borges


    http://pingodemel.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  20. Eu voto no texto chamado "Vimeiro " da autoria de Carlos Alberto Leite Borges de Araujo

    Herminia Coelho Lopes

    minalopes@gmail.com

    ResponderEliminar
  21. Gaspar M.A.B.Almeida22 de junho de 2009 às 00:21

    Para além dos pessoalismos,meu caro grande Amigo,aqui vai o meu comentário muito breve.
    Escolhes-te bem a aldeia,que como sabes conheço bem,e penso que a descreves-te na perfeição,tanto na beleza natural como na parte histórica,e por isso penso que prestaste um bom serviço a essa aldeia com tantas histórias,umas mais notáveis e colectivas,e outras mais pessoais e por isso restritas.
    EU VOTO NO TEXTO CHAMADO " ALDEIA DA MINHA VIDA - VIMEIRO " da autoria de Carlos Alberto Leite Borges de Araújo
    Assinado GasparMABAlmeida - gasparmanuelalmeida@gmail.com

    ResponderEliminar
  22. Voto no texto chamado Aldeia da minha Vida - Vimeiro de autoria de Carlos Alberto Leite Borges de Araujo

    Cumprimentos,
    Manuel Gaspar Almeida

    ResponderEliminar
  23. Voto no texto chamado "Aldeia da minha vida - Vimeiro" da autoria de Carlos Alberto Leite Borges de Araújo.

    pontodadmiracao@gmail.com

    ResponderEliminar
  24. Eu voto no texto chamado aldeia da minha vida- vimieiro

    de Carlos Alberto Borges

    ResponderEliminar
  25. Eu voto no texto chamado Vimeiro, de Carlos Alberto Borges

    Jorge Soares

    ResponderEliminar
  26. Eu voto no texto "Vimeiro", um texto descrito na perfeição pelo meu amigo Carlos Alberto Borges do blog "UMBREVEOLHAR"

    Virginiana
    www.teresamsantos.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
  27. Eu voto no texto chamado VIMEIRO da autoria de Carlos Alberto Borges.

    Eliseu Guimarães
    eliseu123@iol.pt

    ResponderEliminar